Blog: Por hoje, eu só queria que você não fosse tanto do meu passado


E hoje, só por hoje, eu queria que você não fosse tanto do meu passado. Hoje, só por hoje, eu queria que você não fosse tanto do meu presente também.

Lembrar daquele "Adeus" é ter a certeza de que meus olhos irão marejar. Certeza viva daquilo que em minha mente insiste em se fazer memória recorrente em flashes que transbordam água salgada em cada piscar.

Ainda há muito do seu perfume pela casa. Ainda tem você aqui na sala de estar, nas portas e janelas sob a luz do luar. Ainda tem muito de você dentro de mim, na memória e no passar das horas. Amor refletido a cada avanço de tempo em noites acordado, com saudades do futuro me esquecendo de viver o momento. Pensava eu ser passageiro sentir com tanto afinco esse sentimento. Amor vivido, que de tão esperançoso e desiludido, fez morada aqui comigo e instalou-se sem data para partir. Decidiu ficar e desde então, tornou-se o meu melhor amigo. Ele gosta de ouvir músicas distintas, que eu corro para mudar de canal porém basta uma nota simples, qualquer que seja, para toda sinfonia em inúmeras versões de lembrança e fantasia mais uma vez em minha mente começar a tocar. Percebo então que não há mudanças de estação na rádio do coração, existem de fato aqueles sucessos que mesmo que a gente queira, em momento algum de nossa finita existência se acabarão.

Ainda lembro do seu sorriso, do seu abraço e da sua voz implicando comigo por coisas que eu não fiz, lembro de tudo isso com carinho, mas sei que me machuca imaginar você por aí, sorrindo, quando ainda há tanto em mim para reconstruir e fazer-me forte é a única opção plausível de se seguir.

Você me obrigou a aprender que amor próprio existe, obrigado por isso; admito. Mas você me ensinou também a me ter de volta de maneira simples, sozinho aqui comigo, e isso é para mim a maior prova de que valeu muito a pena experimentar e viver em plenitude tudo o que entre nós foi vivido. Vencedores tem cicatrizes e muitas das minhas, são por tempos partilhados contigo. Quisera eu ter aprendido isso antes de você chegar, talvez nossa história seria diferente, com um final mais feliz e menos marcas e corações partidos. Porém de nada me arrependo e nada justifico. Foi exatamente como havia de ser, foi único, transcendental, perfeito e finito.

Leandro Silvério.

FOTO: LEANDRO SILVÉRIO


Quer saber mais?!
Me acompanhe nas redes sociais:

COPYRIGHT © LEANDRO SILVÉRIO

Nenhum comentário:

Copyright © 2017 Leandro Silvério. Tecnologia do Blogger.