Poesia autoral: Melhor do que parece

  

Vez ou outra lembro-me de ti.
Entre copos, e corpos vazios.
Lembro de ti.
Encontro-me, no perfume pela metade.

Vez ou outra lembro-me de ti.
Em paisagem da janela ou canção.
Mudo de canal, desligo a TV.
Encontro-me, em um fio de cabelo no sofá.

Vez ou outra lembro-me de ti.
Viro a página, e leio de trás para frente.
A história vida que eu mesmo escrevi.

Vez ou outra lembro-me de ti.
E tudo está melhor do que parece.
Eu olho e vejo; tudo está errado.

Leandro Silvério.



Quer saber mais?!
Me acompanhe nas redes sociais:

Nenhum comentário:

Copyright © 2017 Leandro Silvério. Tecnologia do Blogger.